6 de dez de 2008

O silêncio nos atrai
ao inexplicável explicar
e ao inevitável amar

Nenhum comentário:

Postar um comentário