23 de jan de 2009

Mundo de sonhos reais

Minha vida se abre em livro
me coloco em verso e prosa
não compreendo como me apaixono
não compreendo como me escondo
só sei que a vida me prega
sem perdão nem piedade me leva
aos desejos mais loucos de um ser
simples ser racional em virtude
me desmancho de medo em sonhos
que me levam á um futuro próximo
que se faça a profecia
que se deixe virar poesia
e me leve a paz divina
de um mundo de sonhos reais

Nenhum comentário:

Postar um comentário