21 de jan de 2009

Sinistra forma de viver a tua
que te revélas á cada instante miserável
não me espanta essas tuas visões errôneas
mas me encanta estes teus mistérios
como ao ver-te meus olhos brilham
e minha boca seca de desejo ao teu lado
como se o destino tivesse traçado
com tua mão ingênua em meu seio farto
com tua boca doce em meus lábios molhados
como se a vida toda fosse um momento mágico
e a realidade começasse a fluir
se em minha cabeça não te desejasses
meu corpo não te seguiria por toda parte
e não me sentiria incapaz de sorrir
ao ver-te longe do meu amor eterno

Nenhum comentário:

Postar um comentário