13 de mai de 2009

Como me sinto

Ela disse que doia
teve vontade de chorar
pensou até em se matar
aquele amor á acalmou
fez ver que podia mudar
que não precisa ser assim tão triste
que precisa mesmo é de realizar
aqueles sonhos guardados no peito
que desde nova tinha o defeito de pensar
que não iria conseguir
a sua realidade á fez desistir
se ao menos os outros pudéssem ver
que ela sofria calada
muitas vezes desesperada
ninguém á vê chorar
esconde sua fraqueza humana
volta para cama encharcada
ela não é nada
bateu asas e não voou
aquele amor á faz continuar
esperando a vinda de algo
esperando o misterioso á alcançar

Um comentário:

  1. engraçado, sinto que esse poema foi feito pra mim, tu escreve muito bem, deve fazer roteiros para peças de teatro, serao um sucesso *-*

    nos sentimos exatamente iguais querida, calma somos humanas.

    =*

    ResponderExcluir