12 de nov de 2009

A lágrima que cai do coração do homem
enche rios e mares em seu nome,
as pérolas que saem da sua boca
se depositam ao fundo em caixinhas chamadas conchas
e suas esperanças colorem de verde o azul do céu
que desce pela chuva
e faz renascer o ciclo
o homem que chora
é vida que brota da dor
homem que fala
é beleza que brota do amor
ma o que acho mais bela ainda
é sua cor
que ensina a não desistir
que ensina a sonhar sem medir
e me diz que tudo posso nessa vida

Um comentário:

  1. Nossa, versos notáveis aí, embora o todo me tenha sido de difícil interpretação..

    ResponderExcluir