27 de dez de 2009

De pedra, mesmo que chore
de pedra, mesmo que sofra
de pedra, mesmo que dure
de pedra, agora e sempre
pois nunca mais irá amar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário