14 de jun de 2010

No céu vejo nuvem branca
que segue nossa dança,
faz -me imaginar
teu perfume de rosas no ar,
me embrenho em teus cabelos
me aconchego em teu corpo quente,
não há o que nos perturbe
somos um só, eternamente.

Um comentário:

  1. Só faltou uma lira para acompanhar estas palavras.

    ResponderExcluir