4 de dez de 2008

Tardia vinda de uma luz
as sombras já tomaram teu ser
sem que eu pudésse impedir
a solidão me tomou pela mão
e me guiou pelos pensamentos
de quem eu nunca quiz por perto
por crueldade, decerto

Nenhum comentário:

Postar um comentário