12 de jan de 2009

Meus olhos insanos
minha mente dilata
á pressão da palavra
em meu corpo disfaz
o teu ser não atinge
óh força incomum
força que me pega
e me faz não sr nenhum
ninguém detêm minha vontade de ter-te
possuir-te
e ao longo dos anos
definhar ao teu lado
como se tua força se esvaísse
e me levasse a catástrofe humana
de ser um ser anormal
incomum, bem melhor talvez
que o resto que rasteja ao longo dos anos
á morte
nada mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário