10 de abr de 2009

Ela sofria
ela pensava
se debruçava em uma cama de nada
sorria sem ter alegria
ela estacou á um passo do telefone
quando viu escrito nele seu nome
ela pensou em não olhar
não tinha o que falar
pensou em responder na hor
nem ele viu onde ela estava agora
e ela decidiu falar lá fora
quando a brisa levasse seu pensamento
para a vabeça dele adentro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário