14 de jun de 2010

Cena muda de salón
briga, bate, sem razão
chora, volta, se despede
ignora, é um verme
mas corrói, dói o peito
faz de tudo, não tem jeito
só o ego se desfaz
não tem paz, nunca mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário