7 de out de 2010

É no fundo do teu olhar que eu vejo
o medo de se machucar.
É no som da tua risada que eu sei
que a vida vale muito mais.
É no toque da tua mão que eu sinto
que se estou aqui, é para me entregar.
É no teu abraço forte e demorado que eu percebo
que contigo eu posso contar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário