7 de out de 2010

Não existe razão

Ele nasceu
no lugar errado,
Ele doeu
na hora errada,
Ele sofreu
dentre os mais alegres,
Ele caiu
na armadilha da lebre,
Ele sumiu
quando mais lhe esperavam,
Ele mergulhou
onde não havia volta,
Ele definhou
nos braços mais fortes.

Ao fundo toca:
"E quem um dia irá dizer
Que existe razão
Nas coisas feitas pelo coração?
E quem irá dizer
Que não existe razão!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário