15 de out de 2009

O coração despedaçado sangra
a garganta seca que o grito arranha
a lágrima que escorre pela face
é a tristeza que no corpo explode.

Nenhum comentário:

Postar um comentário