28 de jan de 2010

A lua dança sobre a minha cabeça
reflete a luz do sol na minha janela
me convida a sair de casa
a rua deve de estar tão bela
madrugada fria, calada
não ouço nada, nem sei se estou acordada
parece tudo um sonho, tudo irreal
sigo vagando o rumo do nada
a lua ilumina meus passos
faz da minha sombra fiel companheira
e de minhas desgraças apenas brincadeiras.

Um comentário:

  1. Noite > all :O
    alem da lua é claro, ser um prato cheio pra poesias...
    o ar da noite é muito melhor do que o do dia..muito mais místico na minha opinião é claro... =P

    ResponderExcluir