26 de mai de 2010

Voando no céu azul
cruzou meu horizonte
pousou na antena torta
era preto como a noite
trazia paz o seu piar
desceu de encontro a janela
por pouco não bateu nela
parecia saber que eu ô estava a observar
deu mais algumas voltas
voltou para a antena torta
depois dali não ô vi mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário